Equipe Medalha de Ouro

 

JEC: AS CHANCES NO RETURNO E A VITÓRIA CONTRA O AVAÍ

28mar
 

Com quatro vitórias e um  empate, 13 pontos ganhos, o Jec vai bem no returno do campeonato catarinense/2016 e briga realmente pelo título da competição. Nas vitórias três foram em clássicos, duas fora de casa, Figueirense e Avaí, uma em casa, Criciúma. Pena que o tropeço do empate foi contra uma equipe do bloco dos pequenos, o Metropolitano, o jogo que estava mais ganho, foi fez 2 x 1 aos 41 minutos do segundo tempo, e acabou permitindo o empate no finalzinho da partida, Poderia estar com 100% de aproveitamento e na liderança isolada com 15 pontos. Assim divide  com a Chapecoense com 13 pontos, mas em segundo pelo critério de desempate no saldo de gols com seis a menos.

Nas quatro rodadas faltantes joga três em casa: Camboriú, Internacional e Brusque, uma fora em Chapecó. Já a Chapecoense tem três fora: Figueirense, Metropolitano e Criciúma, uma em casa que é o Jec. A tabela está melhor para o Jec. Vencendo os jogos de casa somará 22 pontos, e não será mais alcançado por Figueirense e Criciúma, que chegarão não máximo com 21. Se a Chapecoense tiver dois tropeços nos três fora, uma derrota e um empate, o Jec fazendo os nove pontos em casa, é campeão do returno,  mesmo perdendo em  Chapecó. De agora em diante, para depender só dele, o Jec tem que vencer todas as quatro partidas.

JOGO COM O AVAÍ

Foi a segunda vitória em duas semanas lá em Florianópolis, Figueirense e Avaí. Estive nos dois jogos comentando para a equipe Medalha de Ouro na Rádio Cultura AM 1250. Como é bom vencer em Florianópolis. Este jogo com o Avaí, pode se definir em uma frase: ” Clássico se ganha, não se joga”. Foi uma vitória maiúscula com um futebol minúsculo, bem diferente do Figueirense, onde além de vencer, jogou bem. Mas, o importante foram os três pontos, principalmente depois do tropeço da  Chapecoense em casa com o Brusque, em 3 x 3. Quanto ao jogo, com um esquema defensivo, começando com três volantes e dois meias de armação, e não agudos, o técnico Hemerson Maria mostrou que a primeira preocupação era não perder, e em uma bola buscar a vitória. Desta vez deu certo, até pelo pobre futebol que está jogando o Avaí. Após o gol aos 19 minutos do segundo tempo, os trinta minutos restantes, já que teve quatro de acréscimo, foi um sofrimento, e o Jec acabou a partida com três laterais, três zagueiros e três volantes. Não precisava tanto, mas venceu.

 
 

EQUIPE MEDALHA DE OURO

(47) 3433-6589 - contato@equipemedalhadeouro.com.br