Equipe Medalha de Ouro

 
29ago
 
Goleiro Samuel Pires, 27 anos.

Goleiro Samuel Pires, 27 anos.

A novidade para o confronto diante do Bahia será a estréia do Goleiro Samuel, chegou para suprir a saida de Arenha, terá a oportunidade de ser o titular neste confronto, Jhonatan com uma lesão muscular foi vetado pelo DM, assim como o lateral esquerdo Fernandinho. 23 atletas foram relacionados para esta partida, Goleiros Mateus e Samuel, Laterais Reginaldo, Everton Silva e Diego, Zagueiros Danrlei, Fabiano Eller e Jaime, Volantes Naldo, Bertotto, Kadu, Tinga, Paulinho Dias e Luiz Menezes, Meias Carlos Alberto, Bruno Ribeiro, Bruno Farias e Thomás, Atacantes Jael, Giva, Heliardo, fernando Viana e Juninho.

Com as duas ausências, Lisca deve escalar Samuel, Reginaldo, Danrlei, Fabiano Eller, Diego, Naldo, Bertotto, Bruno Ribeiro, Bruno Farias, Giva e Jael.

Arbitragem será do trio paulista, Vinicius Gonçalves Dias de Araujo apita o confronto desta terça feira, auxiliado por Fabricio Porfirio de Moura e Leandro Matos Feitosa.

 

Júlio César

 
06jun
 

No meu último comentário coloquei o título “Agora falta vencer”. No domingo, mesmo não jogando bom futebol, venceu. E o técnico e gerente de futebol cairam! Vá entender!!! Porque não cairam numa das cinco derrotas que antecederam essa vitória? Tem coisas no JEC que por mais que se explique é difícil de entender. Pior, o presidente Márcio em sua coletiva disse que os resultados levaram à demissão. Não seria melhor dizer que o rendimento da equipe é que levaram a diretoria (ou seria o presidente?) a tomar a descisão. Porque aí eu concordaria: venceu o Metropolitano, mas não convenceu no futebol. Sinceramente fico a cada dia mais preocupado. Fala-se em projeto, projeto, projeto, mas em curto espaço de tempo o projeto vai para o espaço e começa tudo de novo. Quem vem para tocar o novo projeto. Ainda não se sabe! O presidente falou em dificuldades financeiras cada vez maiores. É bom lembrar que, a cada troca de treinador, troca-se também meio time. E aí tem rescisões, novos investimentos em contratações e o buraco fica maior. Perguntei isso a ele, e não me respondeu claramente qual será a mágica. A pouco tempo todo mundo batia palmas e se enchia de esperança a cada troca de treinador. Até isso mudou, pois pelo que tenho ouvido e concordo, essa troca não estava nos planos de ninguém. Foram planos exclusivos do Presidente (disse que é da diretoria!!!). Que dê certo! Caso contrário o mandato de Marcio e sua diretoria caminha para um final melancólico!

 
03jun
 

Não pude ir a Itajaí, mas segundo o Mira que comentou o jogo para a Equipe Medalha de Ouro “foi, viu e gostou”. Muito bom! Pena que essa melhoria não se transformou em vitória, diante do “fraco” (também segundo o Mira) Marcílio Dias. Chegamos na última rodada do turno da Copinha sem uma única vitória. Sinceramente não me conformo com isso. Quando disputamos o Estadual tinhamos que nos “conformar” com a superioridade da dupla Avai/Figueira + Criciúma porque são das Séries A/B. No fim deu Chapecoense provando que era possível sonhar mais alto. Agora estamos numa competição com times da Série “D” e outros sem Série e não conseguimos ganhar de ninguém. Estamos falando da Série “C” e não conseguimos ganhar na Copinha. Sou de opinião que, se entrou, tem que ganhar.   Ainda dá tempo para recuperação. Que ela comece domingo contra o Metropolitano. Não dá para se conformar com algo diferente.

 
31mai
 

O time que entra em campo contra o Marcílio Dias na próxima quinta-feira, em Itajaí, deve ter quase a metade de novos jogadores em relação àquele que perdeu em Brusque. Só não será assim se o técnico Giba não quiser. Pelo treino de ontem, podem entrar Ivan (goleiro), os laterais Eduardo (resolveu ficar?) e Tarracha, o volante Glaidison, o meia Ricardinho e, na frente, Ronaldo Capixaba. A pergunta de todos é aquela repetida a algum tempo: Será que agora vai? Esperamos que sim! Afinal este é o terceiro time do ano. Começamos o Estadual com um; Giba chegou e montou outro para o returno (não deu certo) e este é para a Séria “C”. Quando se fala em falta de dinheiro dá até para entender. Não deve ser fácil tantas rescisões e contratações. De qualquer maneira faz parte do negócio, principalmente, quando não se acerta na maioria das contratações. Vamos torcer para que este seja o time da alegria, porque de tristezas já estamos fartos…

 
23mai
 

Como todos os torcedores saí da Arena preocupadíssimo ontem à tarde. É que estamos cansando de esperar um time melhor, competitivo, com garra, bem distribuido em campo, ousado, mostrando evolução. Acaba uma competição e começamos outra igual (ou seria pior) do que aquela encerrada. O time treina, o técnico traz quem quer (se bem que, dos novos, só dois entraram em campo ontem) e nada de diferente acontece. Jogar contra o Concórdia em casa só com o Lima na frente é duro de engolir. Porque, quando a corda estava no pescoço, perdendo o jogo, entraram Aldair e Edinho para abrir a retranca adversária? Será que o técnico Giba esperava o Concórdia jogando aberto aqui? Quando será que voltaremos a ter um time agressivo? Quando voltaremos a ter autoconfiança?  Sinceramente espero uma mudança de atitude já. Não pode passar da próxima partida. Como vamos encarar os adversários da “C”, senão nos impomos contra uma equipe rebaixada no campeonato catarinense? Alguém viu uma jogada ensaiada ontem? Ou nos últimos jogos? Sou contra mudança de treinador, Giba tem que ficar, até porque montou o time, mas me parece estar na hora de ser mais cobrado pela diretoria, ou até pela torcida e nós da imprensa. Precisamos melhorar já. Chega de explicações pós-jogo, reconhecendo erros, mas tudo continua igual no próximo.

 
20mai
 

Deixei para estreiar aqui junto com a estreia do time em mais uma competição. Não é a competição dos sonhos, mas entendo que é melhor do que ficar fazendo amistosos por aí. Existe muita expectativa  em relação aos novos contratados, nenhum deles com o “nome” de alguns que vieram para o estadual. Costumo dizer que é melhor deixar jogar para fazer julgamentos. Então, todos para a Arena observar e torcer. Poucas vezes um tecnico teve carta tão branca para montar o seu grupo. A diretoria sempre afirmou que o objetivo do ano era a Série “C”. Está chegando a hora! Que os envolvidos cumpram o seu papel e suas promessas, porque essa torcida não merece mais sofrimento. Até a próxima…

 
 

EQUIPE MEDALHA DE OURO

(47) 3433-6589 - contato@equipemedalhadeouro.com.br